Formação Realizada em 2010

No ano de 2010, o IBJC realizou um conjunto vasto de ações de formação distribuídas por áreas diversas e enquadradas em 4 vertentes de financiamento distintas:

ACT – Autoridade para as Condições de Trabalho (cursos de Segurança e Saúde no Trabalho – SST - )Cursos de Representantes e Candidatos a Representantes dos Trabalhadores (RT) para a SST; Cursos de Sensibilização/Formação em SST para Dirigentes e Quadros Sindicais; Cursos “ O RT enquanto Agente de Prevenção”; Cursos de Riscos Psicossociais nos Locais de Trabalho; Cursos de Lesões Músculo-esqueléticas Relacionadas com o Trabalho

POPH – Formação Certificada - Cursos EFA; Formações Modulares; Qualificação de Profissionais da Administração Pública Central.

Programa RUMOS – Região Autónoma da Madeira - Cursos de Formação Contínua de Formadores

Projecto MORABEZA Formação Pedagógica Inicial de Formadores; Formação sobre Técnicas e Práticas de Negociação; Formação no âmbito da TIC’s

Seguidamente são apresentados os quadros síntese da realização de cada uma destas vertentes de formação.

ACT – Autoridade para as Condições de Trabalho (cursos de Segurança e Saúde no Trabalho – SST)

As ações de formação/sensibilização realizadas ao abrigo do Protocolo IBJC e ACT- Autoridade para as Condições de Trabalho, representam uma parte importante do trabalho desenvolvido em 2010. No total envolveram 255 participantes (142 Homens e 113 Mulheres), correspondendo a um total de 4 014 horas executadas.

 

Curso/AçãoLocal/EstruturaDuraçãoFormandos
H M T
Curso de Representantes e Candidatos a Rt's para SHST (Horário Laboral) Lisboa 48 15 3 18
Curso de Representantes e Candidatos a Rt's para SHST (Horário Laboral) Coimbra 48 13 0 13
Curso de Representantes e Candidatos a Rt's para SHST (Horário Laboral) Matosinhos 48 3 8 11
Curso de Representantes e Candidatos a Rt's para SHST (Horário Laboral) Alfragide 48 7 5 12
Sensibilização/Formação em SHST para Dirigentes e Quadros Sindicais Coimbra 8 11 9 20
Sensibilização/Formação em SHST para Dirigentes e Quadros Sindicais Porto 8 4 12 16
Sensibilização/Formação em SHST para Dirigentes e Quadros Sindicais Mira-Sintra 8 6 19 25
Sensibilização/Formação em SHST para Dirigentes e Quadros Sindicais Coimbra 8 10 1 11
Sensibilização/Formação em SHST para Dirigentes e Quadros Sindicais Coimbra 8 10 7 17
Sensibilização/Formação em SHST para Dirigentes e Quadros Sindicais Viana do Castelo 8 15 5 20
Lesões músculo-esquelécticas relacionadas com o trabalho Porto 8 6 10 16
Lesões músculo-esquelécticas relacionadas com o trabalho Viseu 8 8 2 10
Formação RCRT SHST - Curso Riscos Psicossociais nos Locais Trabalho Porto 8 6 8 14
Formação RCRT SHST - O RT enquanto Agente de Prevenção Porto 8 5 8 13
Formação RCRT SHST - O RT enquanto Agente de Prevenção Lisboa 8 3 6 9
Formação RCRT SHST - O RT enquanto Agente de Prevenção Viseu 8 7 3 10
Formação RCRT SHST - O RT enquanto Agente de Prevenção Coimbra 8 13 20

NOTA: Ações Específicas compreenderam (O RT enquanto agente de prevenção + Riscos Psicossociais nos Locais de Trabalho + Lesões Músculo-esqueléticas relacionadas com o Trabalho)

 

POPH – Formação Certificada

Curso EFA – Técnico Comercial

Este curso teve início em Outubro em parceria com a União de Sindicatos de Braga e decorre em Guimarães. Destina-se a desempregados/as e contámos com a colaboração na selecção e encaminhamento dos/as formandos/as pelos Centros de Novas Oportunidades - CNO do Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave e AMAVE - Associação de Municípios do Vale do Ave. Encontram-se a frequentar o curso 16 adultos ativos desempregados, com idades compreendidas entre os 24 e 56 anos, sendo maioritariamente do género feminino. O curso visa elevar os níveis de habilitação escolar e profissional dos/as formandos/as,  de forma a potenciar as suas condições de empregabilidade e tem como objectivo proporcionar uma formação de dupla certificação aos/às formandos/as para efeitos de inserção no mercado de trabalho.

O curso transitou para 2011, tendo-se executado em 2010 um volume de formação de 5 234 para um total de 36560 horas

Curso/AçãoLocal/EstruturaCarga HoráriaFormandos
H M T
Curso EFA de Técnico Comercial Guimarães/União de Braga 2 285 horas (2010 + 2011 – iniciou 11/10/2010) 1 15 16

Formações Modulares

Estas ações de formação de curta duração, compreendidas no Catálogo Nacional de Qualificações, e integram referenciais como Técnico(a) de Relações Laborais ou Técnico(a) de Higiene e Segurança no Trabalho, envolveram um total de 150 formandos (83 Mulheres + 67 Homens).

No total realizaram-se 5 233 horas de formação, a saber:

Curso/Ação
Local/Estrutura Duração Formandos
H M T
Direito do Trabalho – Evolução Histórica e Situação Atual Porto/CESP 25 4 11 15
Negociação Coletiva e Mediação Laboral Porto/CESP 50 8 6 14
Legislação laboral - Contrato trabalho/Direitos Individuais Braga/União 50 8 8 13
Legislação laboral - Contrato trabalho/Direitos Individuais Lisboa 50 5 9 14
Métodos e Práticas de Negociação Lisboa 50 7 8 15
Direitos Colectivos e Relações Coletivas de Trabalho Lisboa 50 6 6 12
SHST - Identificação, Avaliação Prevenção de Riscos Lisboa 25 9 5 14
Organização Contabilística  - Livros e Mapas Coimbra/União 50 5 10 15
Sistemas de Segurança Social e sua Sustentabilidade Coimbra/União 25 5 9 14
Legislação Laboral Coimbra/União 25 4 8 12
Legislação Laboral-Contrato de Trabalhos / Direitos Individuais Coimbra/União 50
6 6 12

Qualificação de Profissionais da Administração Publica Central

Esta ação realizou-se em resultado de um protocolo formalizado entre o IBJC e o Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Centro, proporcionando, em regime de formação à distância, a realização de 2 046 horas (1650 a distância (D) e 396 presenciais (P))

Curso/AçãoLocal/EstruturaDuraçãoFormandos
H M T
Gestão de Recursos Humanos na Função Pública Coimbra/SFP Centro 186 (36D + 150P) 8 3 11

 

Programa RUMOS – Região Autónoma da Madeira

Pelo segundo ano consecutivo, apresentamos uma candidatura ao Programa Operacional de Valorização do Potencial Humano e Coesão Social da RAM que foi aprovada, tendo permitido a realização, de duas ações de formação continua para formadores/as, na modalidade de formação à distância. Na sua realização contámos com colaboração/parceria da União de Sindicatos da RAM e com o Sindicato da Hotelaria (realizámos  7 560 horas de volume de formação), tendo participado 36 formandos, dos quais 28 mulheres e 8 homens.

Curso/Ação Local/Estrutura Duração Formandos
H M T
Animação de Grupos Funchal/Hotelaria 216 1 15 16
Formação de Formadores/as em Igualdade de Género Funchal/Hotelaria 216 7 13 20

 

Projecto MORABEZA

No âmbito das relações bilaterais entre a CGTP- IN e a UNTC-CS de Cabo Verde, o IBJC, enquanto ONGD – Organização não Governamental para o Desenvolvimento, está a desenvolver o Projecto Morabeza em Cabo Verde, que tem como principais actividades:

Atualização e adaptação de um conjunto de 9 manuais para o curso de formação pedagógica de  formadores/as e aquisição de outros recursos técnico-pedagógicos;

Instalação e montagem de um pólo formativo – incluíram o fornecimento de equipamento escolar, informático e meios audio-visuais que permitissem a realização de formação;

Desenvolvimento de um projecto formativo que incluiu 4 cursos e 7 ações de formação a distância, a realizar em 2010 e 2011.

A implementação do pólo realizou-se nos primeiros quatro meses de 2010, tendo envolvido a aquisição em Portugal todo o equipamento para a sua montagem, mesas, cadeiras, equipamento informático e recursos pedagógicos e o respectivo envio para Cabo Verde. Para a montagem do Pólo, o IBJC deslocou a Cabo Verde um técnico que, em colaboração com o IFAAG – Instituto António Aurélio Gonçalves – Instituto para a formação da UNTC-CS -, procederam à sua montagem.

No mesmo período procedeu-se à execução/adaptação de um conjunto de manuais para a formação pedagógica de formadores/as.

As ações de formação realizaram-se na modalidade b-learning, cuja carga horária se divide em horas presenciais (P) e horas à distância (D), proporcionou em 2010 formação a 64 participantes (39 mulheres e 25 homens) num total de 2 184 horas de formação presencial e cerca de 6 448 horas de formação a distância, para um total de 8 632 horas de formação).

Curso/AçãoLocal/EstruturaDuraçãoFormandos
H M T
Formação Pedagógica de Formadores/as Cabo Verde 36 (12P + 24D) 9 10 19
Tecnologias Básicas de Informação e Comunicação Cabo Verde 90 (42P + 42D) 4 9 13
Técnicas e Práticas de Negociação Cabo Verde 304 (84P + 220D) 9 12 21
Formação de Tutores/as Locais em TIC's Cabo Verde 78 (10P + 68D) 3 8 11

A realização do Projecto Morabeza em Cabo Verde veio permitir reforçar os laços de solidariedade entre as duas centrais sindicais e dignificar a nossa intervenção, pela qualidade de todos e todas os/as intervenientes no projecto, salientando-se a qualidade pedagógica da equipa de formadores afeta ao projecto, que foi reconhecida pelos formandos/as e as entidades de Cabo Verde que acompanharam a formação, concretamente o IEFP – CV que veio posteriormente, a certificar os/as formandos do curso de Formação Pedagógica de Formadores e a integra-los/as na sua bolsa de formadores/as.

Acções do Documento
Pesquisa de Cursos

:
:
:

Licença Creative Commons Este website está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.